4.7.17

Belicosa e não segura

     a partir da leitura de Luís de Camões


Vai a Salomé do Caldas
animosa até Belém,
e leva consigo as salvas
de prata, como convém,
para pedir as cabeças
dos ministros que abomina,
se vai por portas travessas
ou de língua viperina,
mandante que foi do mar
e do ar, da agricultura,
vai e vem a exuberar
belicosa e não segura.

Domingos da Mota

[inédito]

Sem comentários:

Enviar um comentário