16.7.17

Porque hoje é domingo

Porque hoje é domingo. Depois
de operado às cataratas na 
semana passada, nem 
replico, apesar da série 
de dislates que ouço nos canais 
televisivos (e que leio amiúde 
nos jornais noutros sítios 
de opinião, como revistas 
e blogues e murais). Domingo 
soalheiro. Lá terei de pôr óculos 
de sol, sempre que for tomar 
o café, na mesa ao lado 
de um ou dois vizinhos, e ao 
sabor de duas de conversa, 
pouco mais, sobre o tempo 
e as leituras desiguais.

                                   16 de Julho de 2017

Domingos da Mota

[revisto]

Sem comentários:

Enviar um comentário